segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Atividades em curso do Projeto Direitos Humanos/Amnistia Internacional

Integrada na atividade Personalidade do Mês, a área disciplinar de Filosofia com apoio do Projeto Amnistia Internacional está promover a divulgação do trabalho desenvolvido por Olga Mariano, Presidente da AMUCIP, sobre a inclusão de meninas ciganas no ensino secundário e divulgação da cultura da sua etnia.

A notícia e os cartazes que se seguem foram feitos pelos alunos envolvidos na atividade.

























(clicar nas imagens para aumentar)


A homenageada integra uma exposição sobre mulheres ativistas dos direitos humanos presente na Biblioteca Escolar da ESE. 

Fotos da exposição a decorrer na BE.





















(clicar nas imagens para aumentar)


Atividades do Projeto Direitos Humanos/Amnistia Internacional em imagens.

No passado dia 11 de Dezembro o Projeto Direitos Humanos/Amnistia Internacional dinamizou na ESE atividades para assinalar o Dia dos Direitos Humanos.

Aqui ficam algumas imagens das iniciativas.


Maratona de Cartas


 


 Biblioteca Humana




segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Projeto das 100 mil árvores vence prémio “O Norte Somos Nós”

O Projeto das 100 mil árvores que aqui divulgamos no jornal venceu o prémio “O Norte Somos Nós”


"O projeto Futuro – Projeto das 100 mil árvores na Área Metropolitana do Porto (AMP) – coliderado pelo Grupo de Estudos Ambientais da Católica Porto e pela AMP, acaba de conquistar um novo prémio. Desta feita, a iniciativa arrecadou o primeiro lugar na categoria “Sustentabilidade” no concurso “O Norte Somos Nós”, promovido pela CCDR-N em parceria com o Jornal de Notícias. Refira-se que o projeto tem como objetivo a reabilitação ecológica de territórios ardidos, abandonados ou ocupados atualmente com espécies invasoras ou monoculturas no território metropolitano e visa a reflorestação da Área Metropolitana do Porto (AMP) com cerca de 100 mil árvores autóctones.

Mais de 200 mil pessoas votaram nas diferentes categorias, acabando por eleger o projeto da Católica Porto que, seis anos após o seu início, já plantou mais de 98.000 árvores nativas numa área de 237 hectares. Refira-se, ainda, que o projeto recebeu já o Prémio “Terre de Femmes”, da Fundação Yves Rocher, em 2013, e conquistou o galardão “Projeto de Excelência”, atribuído pela Universidade das Nações Unidas, em 2014, na categoria “Capacitação e Envolvimento da Comunidade através da Educação-Ação”."

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Dia dos Direitos Humanos




















No dia 11 de Dezembro o Projeto Direitos Humanos/Amnistia Internacional dinamizará na ESE atividades para assinalar o Dia dos Direitos Humanos.

- No Bloco A decorrerá a Maratona de Cartas aberta à participação de toda a comunidade (AI).

- Na BE decorrerá a Biblioteca Humana replicada em três sessões durante a manhã e a tarde (AVL).

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Concurso Geração €uro



Uma equipa constituída por 5 alunos do 12.º D, após um bom desempenho na 1ª fase,  foi convidada pelo Banco de Portugal a participar na 2.ª fase do concurso Geração €uro. Parabéns aos envolvidos neste desafio!

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Celebrações do dia mundial da filosofia - "Pode haver guerras justas?"

Integrada nas celebrações do dia mundial da filosofia realizou-se no passado dia 16 de Novembro uma palestra sobre a questão "Pode haver guerras justas?" 



















Pode haver guerras justas?

Se respondeu que não a esta pergunta, existe uma grande possibilidade de se identificar com os Pacifistas ou com os Realistas, mas, por outro, se respondeu talvez, existe uma hipótese de se identificar com a Teoria das Guerras Justas.

Esta mesma questão foi colocada a um grupo de alunos de 11º ano, que no âmbito da celebração do dia mundial da filosofia, assistiu a uma palestra orientada pelo professor Luís Veríssimo.

Os Pacifistas defendem que todas as guerras são injustas pois, implicam provocar intencionalmente a morte a outros seres humanos. O seu argumento principal é formulado da seguinte forma: se matar intencionalmente seres humanos é sempre moralmente indefensível ou seja, injusto; o combate militar envolve necessariamente a morte intencional de seres humanos; então, o combate militar é sempre moralmente indefensável (injusto). S. Tomás de Aquino, por exemplo, rejeita a premissa 2 do referido argumento, dizendo que tal como acontece nos casos de autodefesa, é possível que o combate militar não envolva a morte intencional de seres humanos.

Os Realistas, por sua vez, defendem que os conceitos de justiça e injustiça não se aplicam à guerra, pois em tempo de guerra as leis e as normas morais devem ser suspensas. Os Realistas acreditam que a finalidade do Estado é garantir a paz e a segurança e que, por isso, este tem o direito de fazer tudo o que considera necessário para a sua preservação e recuperação das mesmas caso tenham sido perdidas.

O fundamento dos defensores desta teoria consiste sobretudo na natureza cruel, fria e egoísta dos seres humanos, chegando mesmo Thomas Hobbes a dizer que “nós somos o nosso próprio predador”, por isso, é necessária a existência de um estado forte que regule as relações entre os indivíduos evitando assim a “guerra de todos contra todos”.

Para estes, a guerra é amoral pois nela usa-se a "lei do mais forte" devida à falta de uma identidade hierarquicamente superior ao Estado, ou seja, não há ninguém com autoridade para determinar o que este pode ou não fazer. Carl Von Clausewitz defende que a guerra, sendo um ato de força, cujo objetivo é subjugar o inimigo, não faz sentido que lhe sejam introduzidas regras.

Por fim, a Teoria das Guerras Justas que se baseia no estabelecimento de critérios para determinar se uma guerra é justa ou não. Assim, opõem-se aos pacifistas, na medida em que consideram que algumas guerras podem ser justas. E aos realistas, pois não defendem a velha máxima que “no amor e na guerra vale tudo”. Neste âmbito, foi-nos apresentado um filósofo chamado Waltzer que defendia a “utilidade da moralidade”, ou seja, combater com justiça.

Através desta breve síntese, o leitor pode agora formular uma opinião mais fundamentada à cerca da questão filosófica inicial: “Pode haver guerras justas?”

Ana Rita Viana
Bárbara Sofia Silva
Tatiana Filipa Silva

11ºG

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Projeto das 100.000 árvores na Área Metropolitana do Porto

O FUTURO – projeto das 100.000 árvores na Área Metropolitana do Porto é finalista da Categoria Sustentabilidade dos Prémios "O Norte Somos Nós", promovido pela CCDR-N em parceria com o Jornal de Notícias com o objetivo de dar visibilidade pública a pessoas e instituições associadas a projetos inovadores, com elevado efeito demonstrativo, e que tenham sido apoiados pelo “ON.2 – O Novo Norte”, programa inserido no QREN.



A escolha dos vencedores dos Prémios "O Norte Somos Nós" é feita pelo público e a votação decorre on-line. Cada utilizador pode votar uma vez por dia até 24 de novembro.

Para votar basta aceder ao seguinte endereço e clicar em votar:

http://onortesomosnos.jn.pt/?contest=video-detail&video_id=147


Para relembrar os resultados do FUTURO pode consultar

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Dia Mundial da Filosofia

O Dia Mundial da Filosofia foi instituído em 2002, pela UNESCO, no sentido de promover a reflexão filosófica sobre os problemas do mundo atual.

Como referiu Irina Bokova, Diretora Geral da UNESCO, por ocasião deste dia: "A prática da filosofia é um processo que beneficia toda a sociedade. Ela ajuda a construir pontes entre povos e culturas e aumenta a demanda pela qualidade da educação para todos. A filosofia estimula o respeito à diversidade cultural, a troca de opiniões e compartilha os benefícios da ciência, que são as condições para genuínos debates. (...) temos de nos mobilizar em conjunto para aproveitar o incrível potencial transformador da filosofia."



(cartaz realizado pela aluna Ana Marinho do 12ºJ)



(cartaz realizado pela aluna Sandra Penides do 12ºJ)

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Dia para a erradicação da pobreza no AEE

No passado dia 17 de outubro assinalou-se o Dia para a erradicação da pobreza. Foram realizadas diversas atividades que contou com o envolvimento de várias turmas e disciplinas. Publicamos aqui algumas imagens.




(clicar nas imagens para aumentar)

A Oikos também divulgou estas atividades na sua página do Facebook e a quantidade de publicações que foi feita é reveladora do envolvimento que o nosso agrupamento teve nesta atividade.

https://www.facebook.com/oikos.cd/posts/10155750231894844
https://www.facebook.com/oikos.cd/posts/10155753333699844
https://www.facebook.com/oikos.cd/posts/10155760550444844
https://www.facebook.com/oikos.cd/posts/10155768100999844

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Erasmus + Finlândia

Decorreu, de 8 a 14 de outubro, a mobilidade KA1 “Structured Course: Structured Educational Visit & Training Seminar in Finland” no âmbito do Projeto Erasmus+ “Novas Capacidades para a Inovação”. Este curso contou com a presença de professores de 15 países europeus, tendo participado 5 professores do Agrupamento de Escolas de Ermesinde.

Durante o curso foram realizadas visitas a diferentes escolas finlandesas, seminários sobre o sistema educativo finlandês, a história, cultura e sociedade do país, projetos de campo e houve também lugar para a realização de trabalho autónomo. Na base desta articipação esteve o objetivo do Plano de Ação Estratégica do Agrupamento “Melhoria das boas práticas de gestão intermédia e de topo”, dirigido aos órgãos de gestão de topo e intermédia – Direção e Coordenadores.



segunda-feira, 16 de outubro de 2017

17 de Outubro - dia mundial contra a pobreza

Mais uma vez o Projeto Direitos Humanos/Amnistia Internacional do nosso agrupamento assinala este dia propondo a seguinte atividade:

1. Os alunos tragam no dia uma t shirt branca.
2. No início da primeira aula seja lido o manifesto.

"Trata-se tão só de uma proposta que partilhamos integrando a formação para a cidadania e o contributo na formação de uma consciência moral aberta aos problemas do mundo atual."








































Materiais de apoio disponibilizados pela OIKOS

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Escola Secundária de Ermesinde - O FILME

"Vídeo promocional da escola, em que quatro alunos realizam um filme para dar a conhecer o espírito positivo da ESE, mostrando aulas e atividades desenvolvidas ao longo do ano, não esquecendo o sentido de humor."


quarta-feira, 7 de junho de 2017

Expo Arte no Forum Cultural de Ermesinde

O grupo de Artes Visuais da Escola Secundária de Ermesinde vai inaugurar uma exposição de trabalhos realizados pelos alunos no próximo dia 9 de Junho pelas 21.30h no Forum Cultural de Ermesinde.

Estão todos convidados!