terça-feira, 15 de maio de 2018

Projeto "Terra que Cria Sol que Sacia" na DAFG














Começou por ser um Concurso da Fundação Ilídio Pinho “Ciência na Escola”, passou a projeto da Escola D. António Ferreira Gomes de Ermesinde e de uma turma do 9ºano, a turma C, liderada pela professora Albertina Moreira para de seguida se espraiar por toda a comunidade educativa.





















Se tínhamos árvores e muitas, algumas de fruto, se tínhamos largos espaços ensolarados, se tínhamos ideias, e vontades, porque não conjugar o concurso com tudo o resto e realizar um projeto pedagógico abrangente e interdisciplinar que alertasse as consciências não só para a importância das energias renováveis e das suas potencialidades, como
também da necessidade de uma alimentação mais saudável, mais natural, mais longe do lugar comum a que muitos alunos estão habituados, fosse pelo cozinhar alimentos num forno solar, pela fruta desidratada, ou pela presença imperativa da fruta fresca numa alimentação equilibrada.



Da ideia/projeto à ação, um salto e muitas horas de árduo trabalho. Da feliz ideia do título do projeto “ Terra que Cria, Sol que Sacia”, à criação de um logótipo, que engalanou as T-shirts dos alunos e professores, passando pela construção de um canteiro de ervas aromáticas, as sessões com a Engenheira Dina Marques, (colaboradora com o Serviço Educativo da Fundação Serralves na Oficina “Cozinhar com o Sol” que faz parte dos programas educativos anuais para Escolas e fundadora do projeto “Cozinhar com o Sol”) sobre a construção de fornos e de desidratadores solares, até à construção pelos próprios alunos e professores envolvidos do seu forno e desidratadores solares, tudo foi acontecendo numa caminhada que de projeto se tornou paixão.











A Festa da Fruta, dos chás, das águas aromatizadas, dos sumos, das frutas desidratadas, dos alimentos confecionados no forno solar…, foi o culminar de um trabalho aturado, mas metódico, intensamente vivenciado por todos aqueles que o abraçaram e que acabou por transbordar para a comunidade educativa, numa manhã cheia de vitalidade, de forte presença de alunos, professores, enfermeiras da Unidade de Cuidados da Comunidade de Ermesinde, encarregados de educação e assistentes operacionais que se deliciaram com as iguarias saudáveis que se lhes ofereceram.



A mensagem passou como semente a frutificar: uma alimentação saudável é precisa, fundamental, a utilização de energias renováveis tem de entrar na consciência de cada vez mais cidadãos, e que a interdisciplinaridade é possível e sempre desejável, envolvendo disciplinas, alunos, professores, a Biblioteca Escolar num projeto que aliou conhecimentos/aprendizagens e realidade viva, prática, levando a Matemática, as Ciências Naturais, a Geografia, a Educação Física, a Educação Tecnológica, a Educação Visual e a História, a caminhos de interpenetração de saberes, de práticas de aprendizagem pela ação e reflexão. Pode-se pedir mais a um Projeto como o nosso “Terra que Cria, Sol que Sacia”?




De parabéns todos, em primeiro lugar os alunos do 9ºC e a sua diretora de Turma e Coordenadora do Projeto, mas também a Professora Júlia Portela, a Professora Ana Ferreira, a Professora Teresa Maia, o Professor Arlindo Vieira, a Professora Elisabete Pinto e a Professora Madalena Fraga, entre outros, como também de parabéns estão todos aqueles que direta ou indiretamente contribuíram para o sucesso deste Projeto.

segunda-feira, 7 de maio de 2018

AÇÃO ESCOLA SOS AZULEJO 2018

Imagens dos trabalhos realizados pelos alunos da turma 8ºPD da Escola Secundária de Ermesinde para o projeto "SOS AZULEJO 2018".













Para mais informações aceder ao seguinte link:

segunda-feira, 16 de abril de 2018

Alunos do nosso Agrupamento selecionados para participar no estudo PISA 2018



PISA 2018

Estudo Principal

46 alunos do nosso Agrupamento foram selecionados para participar no estudo PISA 2018, que decorrerá na escola sede do nosso agrupamento, Escola Secundária de Ermesinde, no dia 17 de abril de 2018, entre as 9h15 e as 13h.

O PISA, Programme for International Student Assessment, é promovido pela Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Económico (OCDE) e envolve cerca de 80 paises.

Este estudo avalia em que medida os alunos com 15 anos (nascidos entre 1 de janeiro e 31 de dezembro de 2002) e que se encontram próximo do final da escolaridade obrigatória na maioria dos países, adquiriram conhecimentos e competências nos domínios da leitura, das ciências e da matemática, essenciais para o exercício da cidadania plena
nas sociedades contemporâneas.

A avaliação PISA centra-se em vários questionários, entre os quais, um dirigido a alunos selecionados aleatoriamente, outro dirigido aos respetivos encarregados de educação, outro à escola (Diretor) e, pela primeira vez, um a professores (diferente para os professores de Português e para os que não são de Português), também selecionados aleatoriamente.
As conclusões extraídas desta avaliação são depois utilizadas para melhorar a qualidade, a equidade e a eficiência dos sistemas educativos nos vários países participantes. Os resultados serão apenas apresentados por país/região, sem identificação de alunos nem de escolas.

Os resultados do teste não influenciam, por isso, as classificações escolares dos alunos e todos os dados recolhidos no PISA são mantidos em rigorosa confidencialidade.

A coordenadora do PISA 2018 do agrupamento,
Maria João Roxo Perdigão

Dia do Agrupamento - Oficina de Animação

No dia do agrupamento, que decorreu no passado dia 23 de março, o grupo de artes visuais disponibilizou uma oficina de animação que teve uma boa adesão por parte dos alunos. Entre estes apareceu o Diogo que demonstrou um particular entusiasmo pelas experiências que fez e que no final ficou com pena de não ter forma de ficar com os trabalhos em causa. Ficou então estabelecido o compromisso de publicar uma das suas animações no Jornal do Agrupamento. Como o prometido é devido aqui está!



quinta-feira, 29 de março de 2018

E.B. 2,3 D. António Ferreira Gomes - Projeto “Dress a Girl Around The World”

Uma escola solidária

No passado dia 23 de março, a E.B. 2,3 D. António Ferreira Gomes levou a cabo o 1º Evento de Costura Solidária, associado ao Projeto “Dress a Girl Around The World”.

Este evento reuniu toda a comunidade escolar, tendo como objetivo construir uma escola para a educação e a cidadania, fomentando competências solidárias e interculturais.

A “Dress a Girl Around the World” é uma ONG americana que está em Portugal desde 2016, cujo objetivo é fazer vestidos bonitos e duradouros para doar a meninas que vivem em países carenciados, levando-lhes um pouco mais de dignidade, proteção e esperança.

O sucesso deste projeto verificou-se desde as primeiras entregas de vestidos, tendo-se constatado que era necessário incluir também os meninos neste projeto e assim nasceu o “Shorts for Boys Around the World”, que visa a confeção de calções para serem distribuídos por meninos carenciados, levando-lhes também alento, amor e proteção.

Importa informar que com este projeto algumas destas crianças têm a oportunidade de estrearem roupa pela primeira vez.

Esta organização não aceita nenhum donativo monetário, dependendo unicamente de donativos materiais que visam a confeção dos vestidos/calções e o transporte dos mesmos para os países carenciados. São aceites: tecidos (coloridos e 100% algodão); cuecas de criança (100% algodão, tamanhos entre os 2 e 12 anos); elástico (1cm de largura); fita de viés; fita de cetim (2cm de largura); linhas (de máquina de costura ou de crochê).

Graças à generosidade, solidariedade e entrega de todos os envolvidos, este evento foi um sucesso, não só por termos conseguido costurar 26 vestidos e 46 calções, mas também pela partilha de saberes, pelo convívio que se viveu e por se colocarem crianças a ajudar outras crianças.

Brevemente, as roupas costuradas serão transportadas para Lisboa, onde se situa a sede destes projetos. De lá seguirão viagem, ao encontro de crianças carenciadas, que receberão assim, o nosso amor, carinho e solidariedade.























segunda-feira, 19 de março de 2018

O Dia Internacional da Mulher na ESE

No passado dia 8 de Março realizou-se no auditório da ESE uma palestra sobre Igualdade de Direitos dinamizada por um membro da Amnistia Internacional.
Publicamos aqui imagens do evento.




terça-feira, 6 de março de 2018

O Dia Internacional da Mulher na ESE

Atividades

Dia 8 de Março - Igualdade de direitos - Palestra no Auditório - 10.30h.

Dia 9 de Março - Gestão de Stresse - Gi Gong para Mulheres (exercícios de relaxamento) - turno da tarde palco da ESE.

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

A ÁRVORE EUROPEIA DO ANO 2018




O nosso sobreiro ficou nos 13 finalistas para o concurso da árvore com a história mais interessante da EUROPA... Vamos votar para que Portugal consiga ganhar este prémio.

Votem e partilhem pelos vossos amigos.


sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Orçamento Participativo jovem de Valongo

Até ao dia 2 de Março, temos a possibilidade de apresentar projetos que em caso de serem os vencedores terão um prémio de 10.000€. Temos de participar e apresentar projetos de valorização do nosso parque escolar, ou qualquer outra ideia que seja uma mais valia para as nossas escolas.

Com a ajuda de todos temos boas possibilidades de conseguirmos ser vencedores.

Vamos lá a passar as ideias para o papel e apresentar projetos ganhadores!

Para mais informações consultar: http://opjv.cm-valongo.pt/





Atividade Net M@is Segura no Agrupamento

Fazendo alusão ao Dia da Internet Mais Segura - 6 fevereiro 2018 - realizou-se nas cantinas do nosso agrupamento a atividade Net M@is Segura. A sensibilização para esta temática consistiu na impressão de avisos de alerta e de uma sopa de letras nas bases de papel para os tabuleiros.







A dinamização da atividade ficou a cargo de alguns alunos do 10º EI, que selecionaram os alunos do 2º e 3º ciclos e deram apoio aos alunos enquanto realizavam a sopa de letras.
De uma forma geral os alunos aderiram com entusiasmo a esta atividade.